Governo do Estado lança programa Inova Maranhão

Lançamento do Inova Maranhão é um marco para a organização de políticas de inovação no estado. Foto: Divulgação

O Governo do Maranhão deu outro grande passo no processo de consolidação do Plano de Inovação Estadual (PIE/MA) ao lançar o programa Inova Maranhão, que visa fomentar o desenvolvimento de empresas de base tecnológica. As diretrizes da política estadual e rotas estratégicas do desenvolvimento foram apresentadas durante o ‘Inovação e Prosa’, evento de lançamento do Inova Maranhão que ocorreu na sexta-feira (10), em São Luís.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, comentou que o Maranhão não tinha essa política de forma a envolver todos os atores e que por isso o lançamento do Inova Maranhão é um marco, porque pela primeira vez o Maranhão organiza uma política de inovação em âmbito de estado. “Os editais eram isolados. Agora, de forma articulada, Ciência e Tecnologia, Indústria e Comércio (Seinc), Agricultura (Sagrima) e Fundação de Apoio a Pesquisa (Fapema) se organizam com os atores produtivos e demais setores do sistema para construir essa política estadual de inovação”, explicou o secretário.

Ele também ressaltou a importância estratégica da participação da Sagrima e da Seinc. “Fundamental a participação dessas secretarias de Estado porque elas dialogam com o setor produtivo, com o empresariado. Elas traduzem nesse campo da inovação as necessidades do setor produtivo maranhense e como a inovação pode ajudar a melhorar produtividade e lucratividade”, observou.

Jhonatan Almada adiantou que o Governo do Estado vai atuar em três frentes para consolidar o PIE/MA. A ideia é fortalecer as cadeias produtivas, o programa dos startups e o Marco Regulatório. “Vamos trabalhar para mostrar como a inovação pode ajudar o Maranhão a fortalecer as cadeias produtivas definidas pelo governo no âmbito do Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepat). Com inovação e o apoio da Fapema ao programa dos startups vamos superar diferentes desafios”, declarou.

Na opinião do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, esse fomento para empresas de base tecnológica contribui para a expansão dos negócios e do aprimoramento com relação ao desenvolvimento de novas tecnologias. “Vejo com muito entusiasmo a apresentação destes jovens que são o futuro de novos inventos que certamente vão contribuir com a nossa população”, disse Simplício Araújo.

“Nesta noite conseguimos reunir os principais atores do sistema estadual de inovação”, comentou Alex Oliveira, diretor-presidente da Fapema. “Precisamos associar o conhecimento científico, transferir essa tecnologia produzida pelas universidades e colocar tudo à disposição da sociedade”, destacou Alex Oliveira.