Simplício Araújo garante investimentos e contrapartidas sociais para o Maranhão

O ambiente democrático e transparente do Governo do Maranhão tem atraído alguns empreendimentos para o Estado, que assumiram o compromisso de realizar contrapartidas sociais. Uma delas está sendo realizada com a empresa Raízen, que assumiu o compromisso de entregar equipamentos para o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA).

A empresa entregou equipamentos e, na última quinta (14), um caminhão. A entrega faz parte de tratativa realizada por meio da Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc), que teve a finalidade de que a empresa assegure a contratação de mão de obra maranhense durante as obras e operação do terminal, além de contrapartidas, como a construção de escolas e participação do Programa ‘Mais Produtivo’, visando a contratação de produtos e serviços de empresas locais.

“Isso faz parte da política de atração de investimentos desenvolvida pelo Governo, que de forma democrática e transparente, contribui para o desenvolvimento e geração de emprego e renda”, pontuou o secretário da Seinc, Simplício Araújo, ao completar que outras empresas assumiram o compromisso com contrapartidas sociais para o Maranhão.

O caminhão entregue contribui para o desenvolvimento e execução da política metrológica e da qualidade de produtos e serviços, visando atender à crescente demanda de fiscalização e à melhoria contínua dos trabalhos do Inmeq-MA. “Esse caminhão virá com uma estrutura melhor para o Inmeq, para que possamos fazer estabelecer nossa missão enquanto fiscalizar os produtos em termos de qualidade para a sociedade maranhense”, disse o presidente do órgão, Samuel Melo Júnior.

Além da entrega do caminhão e de outros equipamentos já entregues ao Inmeq, a Raízen vai construir cinco escolas por intermédio do Programa Escola Digna, vai doar ambulâncias e projeta a geração de 700 empregos diretos e indiretos na fase de construção e mais 600 na operação.

“O projeto é bem mais amplo, pois existe contribuições que serão feitas, e ambulâncias que serão doadas. O Maranhão entrou nesse circuito graças a seriedade com que o Governo tem se portado com o empresariado. Nos sentimos confortável para fazer esse investimento de vulto”, afirmou o gerente de novos negócios da Raízen, Danilo Veras.

Investimento no Maranhão

A empresa Raízen vai investir R$ 200 milhões na construção de uma base de distribuição de combustíveis (gasolina, diesel, querosene de aviação) no Porto de Itaqui. A base de distribuição vai ocupar uma área de dez hectares do Governo do Maranhão, mediante o compromisso de geração de empregos e contrapartidas sociais.

Em fase de licenciamento ambiental, o empreendimento deverá ser concluído no final do próximo ano com a construção de um terminal de distribuição da companhia isoladamente, sem a participação de outros sócios. Com a base de distribuição no estado, a empresa quer dobrar em dois anos o volume de combustíveis que movimenta na região, hoje de 1,2 bilhão de litros por ano.