Governo apoia retomada de novas operações de usina da Vale

Para comemorar a retomada das atividades da usina de pelotização da Vale em São Luís, o governador Flávio Dino, e o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Expedito Rodrigues, além de outras autoridades, marcaram presença no lançamento da unidade que entrou em fase de operação na manhã desta sexta-feira (04).

“Essa data é simbólica por que significa acima de tudo geração de emprego e renda. Acho altamente positivo a existência de um cenário internacional favorável a esse tipo de produto, o que leva ao crescimento da exportação, fato que é positivo para o Brasil e para o Maranhão”, destacou o governador Flávio Dino.

Na ocasião, foram iniciados os primeiros testes de funcionamento dos sistemas de transportadores de correia e prensa da usina que teve suas atividades suspensas em 2012 por problemas estratégicos e em virtude de novas demandas e condições favoráveis para produção de pelotas, a Vale decidiu reiniciar as operações em 2017. Para tanto, foram usados US$ 104,5 milhões.

A unidade tem capacidade anual de produção de 7,5 milhões de toneladas. A retomada irá gerar 400 novos postos de trabalho diretos e indiretos em áreas técnicas como mecânica, elétrica, eletroeletrônica, metalurgia, química e eletrônica. A usina retoma as atividades com mais de 90% de mãos de obra maranhense.

De acordo com Rodrigues, o novo ciclo representa desenvolvimento para o Maranhão. “A usina traz novas perspectivas de desenvolvimento para o Estado. Ela vem agregar com novos empregos e tem tudo para se transformar em uma das principais usinas deste segmento a nível internacional. Além disso, a economia também é aquecida com essa retomada”, concluiu o titular da Seinc.

“Essa é a primeira inauguração que faço no meu mandato, eu espero que seja a primeira de muitas. Também tenho a honra de dizer que isso está acontecendo em um estado que vem sendo dirigido e crescendo pelas mãos firmes do governador Flávio Dino”, disse o presidente da Vale, Fábio Schvartsman.

Pelotas

As pelotas são pequenas bolinhas de minério de ferro e além de serem usadas na fabricação de aço, permitem um alto valor agregado por proporcionar maior produtividade nas usinas siderúrgicas. A produção em São Luís será feita com o minério de ferro das minas de Carajás. A Vale possui 11 usinas de pelotização distribuídas pelo Brasil, sendo 10 no Sistema Sul, 8 no Espírito Santo, duas em Minas Gerais e uma em São Luís.