Empresas cadastradas no Programa Mais Produtivo participam de rodadas de negócios com representantes da Coreia do Sul

 Para reforçar a agenda de negócios e atração de investimentos com o mercado internacional, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e com intermédio da Secretaria de Programas Especiais (Sepe), promoveu uma rodada de negócios entre empresários maranhenses e representantes da Coreia do Sul, na manhã desta sexta-feira (4).

As empresas participantes possuem cadastro no Programa Maranhão Mais Produtivo e adesão ao subprograma Selo Produzido no Maranhão, ambos, sob gestão da Seinc. O programa tem como foco estratégico a valorização das vocações regionais; o incentivo à cultura empreendedora; o adensamento das cadeias produtivas; e o estímulo à inovação, qualidade e produtividade.

A rodadas de negócios permitiu que o presidente da Câmara de Comércio da União das Cidades Brasileiras (KBCHAM), Eduardo Komatsu e o CEO da empresa Braxko, Young Kim, conhecessem os produtos genuinamente maranhenses, por meio de uma sequência de apresentações feitas pelo empresariado local, seguidas de degustações.

Para Expedito Rodrigues, subsecretário da Seinc, a aproximação dos empresários com outros países é importante para o crescimento de um mercado que tem grande potencial, como o maranhense. “Temos diversas empresas que trabalham conosco no Mais Produtivo. Algumas, inclusive, serão preparadas e capacitadas para a exportação, por meio do Programa de Qualificação para Exportação, com acompanhamento da Seinc”, declarou.

Eduardo Komatsu agradeceu pela escolha das empresas, que ele acredita estarem capacitadas e com produtos de grande potencial para a Ásia. “Tivemos uma primeira impressão da capacidade produtiva do Maranhão e estão de parabéns. Chegando na Coreia, vamos analisar como podemos fazer essa ligação. Pretendemos, ainda, fazer uma exposição dos produtos do Maranhão, estamos estudando isso ainda, mas acredito que seria interessante a participação de muitas das empresas que estão aqui”.

Young Kim também destacou a capacidade produtiva estadual. “Foi um momento muito precioso para nós, aproveitamos para conhecer o potencial que o Estado está carregando. Eu vejo grande potencial. O Eduardo vai estudar como poderá apresentar esses produtos para o mercado coreano”.

Diante da apresentação do proprietário da agroindústria Pimentas Nippon, Jorge Takamori, Komatsu destacou o potencial que a empresa tem na Coreia, considerando que os coreanos gostam de comida apimentada. “A experiência foi muito boa. É uma inciativa necessária para os fabricantes da região. Participamos também de outro evento da Seinc que reuniu vários países, onde recebemos uma proposta de uma empresa do Paraguai e estamos trabalhando nela”.

Participaram, ainda, representantes da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Celso Gonçalo e José Orlando Leite; e o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Raimundo Coelho, para conhecerem o modelo de rodadas de negócios organizadas pela Seinc.