Mais de R$ 25 bilhões em investimentos foram consolidados pela Seinc para o Maranhão

A Secretaria de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão (Seinc), por meio do Governo do Estado, consolidou muitos projetos nas mais diversas áreas e em diferentes regiões que irão gerar empregos e renda. Os valores estão distribuídos principalmente no setor portuário, agropecuária, elétrico e da indústria de transformação.

Segundo Simplício Araújo, secretário da Seinc, durante os primeiros quatro anos de gestão diversas tratativas foram realizadas, criando uma ambiência de negócios favorável aos investidores privados. “Temos hoje uma relação forte, diálogo, correspondência de interesses na parceria entre o governo do estado e empresários que fazem prospecção do potencial que o Maranhão tem. Criamos um ambiente onde há transparência nas relações e nos investimentos, sem conchavos políticos como no havia no passado”, afirmou Simplício Araújo.

O Governo do Maranhão trabalha fortemente para descentralizar os investimentos de São Luís para o restante dos municípios, principalmente para regiões mais carentes do estado. Essa é uma dinâmica trabalhada nos últimos quatro anos.

Mas, para que isso se solidifique, os municípios precisam estar preparados. E esse é um dos maiores desafios do governo. A melhoria na infraestrutura rodoviária que corta o estado é um dos pilares para que mais empreendimentos consigam avançar para diversas regiões.

O Governo recupera a malha viária do estado. Foram mais de R$1,5 bilhão investidos na pavimentação de vários trechos importantes que cortam o Estado, dando mais acesso para quem trafega todos os dias pelas rodovias do Maranhão.

“Existe, desde 2015, um trabalho contínuo para que se possa melhorar a malha viária do estado, melhorar o acesso aos municípios para que aquele investidor possa ver que o estado, em todas as regiões, possui condições de abrigar o empreendimento. Estamos dando condições para que o produtor consiga escoar sua produção de maneira ágil e haja a possibilidade da verticalização de diversas cadeia produtivas” destacou Simplício.

O secretário também afirmou que, em pouco tempo, o Maranhão conquistou a confiança do empresário, do investidor e de grandes e pequenas empresas.
“Antes o Maranhão apontava sua artilharia apenas para os grandes grupos, esquecendo o pequeno e médio empreendedor. Hoje, solidificamos e fortalecemos diversas segmentos da economia fazendo com que não apenas os grandes grupos tenham apoio para investir no estado”, afirmou.

Os Investimentos

Atualmente, 105 empreendimentos estão catalogados pela Seinc e já estão ou com obras em andamento, termo de compromisso assinado ou em fase de projetos.

São Luís, Imperatriz, Timon, Capinzal do Norte, Caxias, Porto Franco, Estreito, Igarapé do Meio, Balsas e Paço do Lumiar, Bacabal, Santo Antônio dos Lopes,  São Raimundo das Mangabeiras, Santo Amaro, Grajaú, Pindaré Mirim, Godofredo Viana, Coroatá, Vargem Grande e Governador Edison Lobão são alguns dos municípios que receberão os empreendimentos.