Governo reúne comitê que acompanha processo de aquisição de mandioca pela Cerveja Magnífica

A cadeia da mandioca tem dado passos largos nos últimos meses, com as ações do Governo do Estado. Nesta quarta-feira (4), gestores das Secretarias de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Agricultura Familiar (Saf), Diretos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), e executivos da AMBEV reuniram o comitê que acompanha o processo de aquisição da mandioca.

A iniciativa consiste em acompanhar nas principais regiões produtoras de mandioca o processo de aquisição do produto por meio da cervejaria Ambev, para a fabricação da cerveja Magnifica. A intenção é tirar dúvidas e auxiliar o agricultor.

O secretário da Seinc, Simplício Araújo explica que o Maranhão é o terceiro estado com maior área plantada de mandioca e o quarto em produção, o que reforça a importância socioeconômica da cadeia produtiva.

“A cadeia da mandioca tem sido trabalhada para que as regiões produtoras possam expandir sua produção, gerando assim, emprego e renda. Com essa ação em conjunto, vamos percorrer algumas regiões, explicando sobre o fornecimento da matéria prima e auxiliando quem produz”, explanou.

Mais de 1.830 famílias, em mais de 20 municípios estão sendo impactadas pela parceria do Governo do Maranhão e cervejaria Ambev. A empresa já recebeu mais de 4 mil toneladas de mandioca de agricultores familiares maranhenses, impactando diretamente a cadeia produtiva.

As tratativas entre a Seinc e a empresa tiveram início em 2015, e resultaram no lançamento da cerveja Magnífica há seis meses. Além dos agricultores familiares, o projeto mobiliza arrancadores, transportadores, por meio de cooperativas e associações. A parceria tem o objetivo de corresponder à vocação natural do Maranhão na produção de mandioca.