Simplício Araújo pede que a oposição não politize negócios privados e geração de empregos

Durante abertura do Seminário “Maranhão Mais Simples”, promovido pelo Serviço Nacional de Apoio à Micro e Pequena Empresa no Maranhão (Sebrae), o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, que na ocasião representou o governador Flávio Dino, pediu que “não se politize os negócios privados e a geração de empregos”.

A declaração do secretário, reforçou a política adotada pelo Governo Flávio Dino, em contribuir para o crescimento e fortalecimento das micro e pequenas empresas (MPE). Desde 2015, estão sendo adotadas uma série de iniciativas em prol do setor, como o Empresa Fácil e a Redesim, executados pela Junta Comercial do Maranhão (Jucema), a criação da subsecretaria da Micro e Pequena Empresa, no âmbito da Seinc e a adesão do estado à Lei Geral em 2011 e a recente atualização na tabela de enquadramento do Simples, e outros instrumentos legais.

“Precisamos despolitizar o ambiente de negócios do Estado do Maranhão. Temos realizado uma série de trabalhos, voltados para as micro e pequenas empresas. Temos consolidado importantes projetos que simplificam a abertura de empresas e todos os procedimentos que envolvem o registro mercantil”, destacou o secretário, que frisou ainda, o papel da Jucema no processo.

O Seminário Maranhão Mais Simples, debateu temas ligados a desburocratização de processos de registro e legalização de empresas. O superintendente do Sebrae no Maranhão, Albertino Leal, reforçou a importância da parceria entre Governo do Maranhão e a entidade. “O Governo do Estado tem sido um grande parceiro desse movimento. Implantando o sistema de integração, o Empresa Fácil, por meio da Jucema”, pontuou.

Termo de cooperação

Durante o evento, foi assinado o termo de cooperação entre o Sebrae e a Jucema, que tem por objetivo a execução de ações estratégicas para a implementação e consolidação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro da Legalização de Empresas e Negócios (REDE SIM) no âmbito do Estado do Maranhão.

A iniciativa visa o desenvolvimento de ações sistemáticas e contínuas, que contribuam para a simplificação, integração e automatização dos processos de abertura, alteração e baixa de empresas e negócios. Contribuindo assim, para políticas voltadas para mpe’s e meis.