Governo e empresários maranhenses dialogam com empresas em Dubai

Empresários maranhenses que integram a missão empresarial maranhense à China em 2019, liderada pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), estiveram reunidos, neste domingo (13), com empresas em Dubai, durante evento da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O evento faz parte da agenda da missão empresarial maranhense, que é considerada uma das maiores do Brasil e conta com a participação de 54 empresários de diversos ramos e de diferentes regiões do estado.

Durante a agenda, os empresários tiveram a oportunidade de conhecer as principais demandas dos Emirados Árabes, e os detalhes da ExpoDubai 2020, um dos mais importantes eventos mundiais, que reunirá diversos setores. A programação da agenda da missão contou, ainda, com a apresentação do embaixador do Brasil nos Emirados Árabes, Fernando Igreja.

“Essa é a proposta, levar nossos empresários para dialogar com empresas internacionais, para acessarem novos mercados. Com isso, estamos contribuindo para o aumento das exportações, para expansão das empresas e geração de emprego e renda”, explicou o secretário da Seinc, Simplício Araújo, que coordena a comitiva.

Simplício Araújo também pontuou sobre as empresas Doce Pedaço, Sabor da Ilha e Zé Pereira, que são maranhenses e que foram selecionadas para participarem da missão Paraguai e Bolívia 2019, promovida pela Apex Brasil, parceira do Governo do Estado, por meio da Seinc, e conta com o Núcleo Operacional do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX), no Maranhão. Das empresas, as três participam do “Selo Produzido no Maranhão”, sob gestão da Seinc, que identifica, valoriza e incentiva o consumo de produtos locais.

A comitiva de empresários maranhenses também esteve visitando as instalações do Porto e da Zona Franca de Jebel Ali. Décimo maior porto do mundo, operado pela empresa DP World, o local é o principal centro de desenvolvimento do emirado com milhares de empresas instaladas em sua retroárea e uma intensa atividade comercial e industrial, realizadas por diversas indústrias.