Seinc pede que supermercados e atacados comprem mais produtos produzidos no Maranhão

Publicado em 10 de maio de 2020.

Durante recente videoconferência com representantes de supermercados e atacados, o Secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, pediu para que os estabelecimentos comprem mais produtos produzidos no estado.

Segundo Araújo, com o aumento do mix de produtos do Maranhão, há uma contribuição para que as indústrias locais possam manter empregos e assim contribuir com a economia maranhense.

“Nosso pedido é para ajudar as indústrias locais. Temos excelentes produtos de qualidade para atender a demanda. Peço que a população também contribua, dando preferência ao que é produzido no nosso estado”, disse Simplício Araújo.

Durante o período de lockdown que começou nesta terça-feira (5), supermercados, mercados e feiras vão ficar abertos para atender a população. Durante a reunião, representantes de supermercados e atacados garantiram que há estoque suficiente para atender a demanda da Grande Ilha.