Shoppings reabrem e fiscalizações da Vigilância reforçam o cumprimento das medidas sanitárias

Publicado em 15 de junho de 2020.

Força-tarefa organizada pelo Governo do Estado acompanhou o retorno das atividades de shoppings, lojas de rua e outros serviços não-essenciais que reabriram nesta segunda-feira (15), na capital. Equipes da Vigilância Sanitária Estadual monitoraram o reinício dos trabalhos, orientando e sensibilizando para fazer cumprir as medidas de sanitárias e reduzir os riscos de contágio pelo novo coronavírus.

Os shoppings da capital no Maranhão Novo, Cohab e Jaracati foram os pontos de fiscalização deste dia. Proprietários de lojas devem seguir protocolos sanitários gerais e específicos elaborados pela Secretária de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e os consumidores se adequarem às novas orientações para compras. “O trabalho é voltado, principalmente, para a verificação dos protocolos do setor lojista, conforme decreto de Governo. ” Vamos verificar o que deve ser cumprido para proteger a saúde das pessoas”, pontuou o superintendente da Vigilância Sanitária Estadual, Edmilson Diniz.

Entre as medidas determinada está higienização de superfícies e alguns produtos, uso de máscara, disponibilidade de álcool em gel, limitação de clientes, manter distanciamento, isolamento de parte dos estacionamentos. “Nesta etapa, vamos promover a orientação a estes serviços. A intenção não é punir, mas fazer com que a retomada seja segura para trabalhadores e consumidores, sobretudo, para garantir a permanência dos serviços e não haver retrocesso com novo fechamento de atividades”, explica Diniz.

O cronograma de fiscalizações desta segunda-feira alcançou ainda estabelecimentos nos bairros Monte Castelo, Kennedy, João Paulo, São Francisco, Renascença, Ponta d’Areia, São Bernardo e João de Deus. O trabalho prossegue ao longo da semana, nos turnos da manhã e tarde. A Polícia Militar acompanha a ação, em apoio à Vigilância.

Entre as medidas determinada está higienização de superfícies e alguns produtos, uso de máscara, disponibilidade de álcool em gel, limitação de clientes, manter distanciamento, isolamento de parte dos estacionamentos. “Nesta etapa, vamos promover a orientação a estes serviços. A intenção não é punir, mas fazer com que a retomada seja segura para trabalhadores e consumidores, sobretudo, para garantir a permanência dos serviços e não haver retrocesso com novo fechamento de atividades”, explica Diniz.

O cronograma de fiscalizações desta segunda-feira alcançou ainda estabelecimentos nos bairros Monte Castelo, Kennedy, João Paulo, São Francisco, Renascença, Ponta d’Areia, São Bernardo e João de Deus. O trabalho prossegue ao longo da semana, nos turnos da manhã e tarde. A Polícia Militar acompanha a ação, em apoio à Vigilância.

Restrições 

Restaurantes, lanchonetes e bares de galerias e dos shoppings só podem funcionar no sistema de delivery (entrega) ou drive-thru (retirada no local). Não pode haver venda para consumo no local.

A medida vale também qualquer bar, restaurante ou similar fora de shopping. Continuam sem funcionar as praças de alimentação, cinemas, áreas infantis, assim como a promoção de eventos que possam resultar em aglomerações. Academias de ginástica também permanecem fechadas.