Bebidas

Importantes fabricantes de bebidas alcoólicas e não alcoólicas; nacionais e regionais estão presentes no Maranhão. A localização estratégica, o clima e a qualidade da água são fatores responsáveis pela atração das empresas ao estado.

Água: O Brasil possui 30% das reservas mundiais de água mineral e é o 8º maior produtor mundial de águas envasadas. O Mapa Geológico do país retrata o potencial hídrico subterrâneo do Maranhão, apontando a presença de aquíferos (que ocupam mais de 90% do estado) que podem ser utilizados para o abastecimento humano com água de boa qualidade e baixo custo. Os aquíferos totalizam volume estimado de 17.500 km³, com vazões que podem atingir 1.000 m³/h.

Destilados: A cachaça é o terceiro destilado mais consumido no mundo e o Brasil é o 3º maior produtor da bebida, com cerca de 5 mil marcas, 30 mil produtores e volume anual em torno de 1,3 bilhão de litros. Atualmente, o Maranhão produz 5 milhões de litros de cachaça em 450 alambiques.

No crescente mercado das bebidas artesanais, a tiquira (O termo vem do tupi “tikira”, que significa “líquido que goteja, que pinga do alambique”) é uma das mais populares do Maranhão e ganha fama no país. Recentemente, a bebida ganhou uma legislação específica, por meio do Decreto nº 6.871/2009.

Cervejas: Segundo a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, com 13 bilhões de litros por ano, atrás apenas da China e dos Estados Unidos, sendo a cerveja a bebida alcoólica mais consumida no país.

O clima quente do Maranhão, com elevadas temperaturas a maior parte do ano, favorece o potencial de consumo do estado.

Refrigerantes: O Brasil é o 3º maior mercado de refrigerantes do mundo. Coca-Cola e AB InBev (Ambev) detêm 68% do mercado brasileiro, ambas com fábricas no Maranhão.

Vantagens e oportunidades de investimento: