Governo realiza reunião preparatória para rodada de negócio do ‘Maranhão Mais Produtivo’

Publicado em 8 de fevereiro de 2017.

Reunião Preparatória Rodada de Negócio_Seinc (8)Empresas de diversos setores instaladas no Maranhão conheceram as demandas do projeto da empresa Raízen, que irá implantar em São Luís nos próximos meses um terminal de armazenamento de líquidos (combustível, diesel), com um aporte de R$ 200 milhões, durante reunião realizada nesta quarta-feira (8). A iniciativa faz parte das ações do Programa ‘Maranhão Mais Produtivo’, que visa a substituição das importações interestaduais por meio da valorização do empreendedor do Maranhão, com foco na elevação da produtividade, estímulo à qualidade, inovação e sustentabilidade.

Coordenado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc), o programa vai realizar com a empresa nos próximos dias uma rodada de negócios para dar oportunidade às micro e pequenas empresas instaladas no Maranhão, ampliando o acesso a novos mercados. “Entendemos que dessa forma, mostrando para as empresas a demanda da empresa âncora da rodada que vamos fazer em breve, estamos contribuindo para que o empresariado local possa ter acesso aos grandes empreendimentos, fomentando os negócios instalados aqui, e contribuindo para a geração de emprego e renda”, disse o secretário-adjunto de Indústria e Comércio, Expedito Júnior.

Durante as apresentações, executivos da Raízen explicaram aos empresários seu processo de cadastro de fornecedores e contratação, além do projeto que será viabilizado no Maranhão. De acordo com o gerente de novos negócios do grupo, Rafael Nascimento, a rodada de negócio será muito útil. “Para a Raízen é interessante abrir as portas para o fornecedor local, porque você o incentiva a participar e ser competitivo. No final, você consegue ter fornecedores com mais velocidade, mais disperso geograficamente”, pontuou.

Incentivo ao empreendedor

Reunião Preparatória Rodada de Negócio_Seinc (7)Durante o encontro, empresários tiveram acesso não só às demandas da empresa, mas também, às ações de estimulo ao empreendedor do Maranhão, realizadas pela Seinc. A intenção é promover o adensamento das cadeias produtivas, valorizar as vocações regionais e a cultura empreendedora. “O Governo tem feito seu dever de casa, promovendo um ambiente favorável aos negócios, fortalecendo a atividade empreendedora”, declarou o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

Para o empresário Luís Henrique Veras, o acesso às informações dos empreendimentos que vão se instalar no estado faz toda a diferença. “Fica claro que junto com o Governo, ficamos sabendo sobre os empreendimentos no Maranhão e a gente se preparar em um processo de construção e de empreendimento para a empresa”.

Já o empresário João Ernesto Rodrigues disse que com as explanações as empresas instaladas no estado ganham uma visão ampla do que exigirá o mercado. “Começamos a ver que temos que mudar o patamar e isso é importante, faz com que o empresário daqui entenda que pra ser empresário, se ajusta, se certifica, por que se não, não se atende”.