Com 2,9%, Maranhão é destaque na estimativa da produção de soja em grão, afirma IBGE

Publicado em 16 de março de 2021.

No Maranhão, o crescimento da produção de soja em grão foi de 2,9% (Foto: Ouro Safra/ Divulgação).

De acordo com dados revelados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (11), o Maranhão está entre os Estados que se destacaram na estimativa da produção de soja em 2021, em comparação ao ano anterior.

Segundo o IBGE, os dados apontam que, neste ano, o total foi 7,3% maior, o equivalente a 8,9 milhões de toneladas. No Maranhão, o crescimento da produção foi de 2,9%.

No Nordeste, além do Maranhão, também se destacaram a Bahia (6,3%) e o Piauí (15,6%). Em relação ao mês de janeiro deste ano, a estimativa da produção foi de 130,4 milhões de toneladas – um aumento de 0,1%, equivalente a 117,2 mil toneladas.

“Estes dados positivos sobre a produção no Maranhão acompanham e confirmam as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado para movimentar o setor. Continuaremos a dialogar e prospectar medidas que estimulem o agronegócio e possam impulsionar o potencial das cadeias relacionadas”, afirma o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo.

Mais

Programas estratégicos da Seinc, como o “Mais Avicultura” e o “Mais Logística”, atraem e prospectam investimentos que dão suporte ao crescimento contínuo da cadeia produtiva de grãos.

Dados de 2019 apontam que “Mais Avicultura” já havia atraído mais de R$ 80 milhões em investimentos e gerado mais de 4.150 empregos diretos e indiretos.

Ambos os destaques reforçam o compromisso do Governo do Maranhão com a cadeia produtiva de grãos e com a população maranhense.