“Nos ajudem a combater essa pandemia”, reforça secretário Simplício Araújo durante live

Publicado em 28 de maio de 2021.

Também na live, Simplício Araújo citou seus esforços durante a pandemia do coronavírus, como a criação da Rede Solidária, formada pela Seinc e pela classe empresarial.

Durante live feita em suas redes sociais na última quinta-feira (27), o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, fez novos alertas e pedidos ao povo maranhense. Simplício comentou sobre o aumento do número de casos de Covid-19 em todo o Maranhão, assim como a taxa de ocupação de leitos por todo o Estado.

Para o secretário, a população maranhense precisa encarar de forma séria os protocolos sanitários e manter o distanciamento social.

“Se eu tivesse que fazer um só pedido aos meus irmãos maranhenses, eu pediria que nos ajudem. O Governo Flávio Dino já fez muito, mas sem o povo, não teremos como salvar mais vidas. […] Nós precisamos seguir bons exemplos. […] Se proteja e proteja nossos irmãos, usem máscara e obedeçam as regras de combate ao coronavírus”, pediu Simplício Araújo.

Medidas

Também na live, Simplício Araújo citou seus esforços durante a pandemia do coronavírus, como a criação da Rede Solidária, formada pela Seinc e pela classe empresarial. A parceria se tornou crucial para reduzir os impactos da crise sanitária.

Entre as ações, estão: compra e arrecadação de mais de 200 ventiladores mecânicos, distribuídos para todo o Maranhão; doação de equipamentos de saúde para a rede estadual, como termômetros, colchão para leitos de UTI, face shields, álcool 70%, produtos de limpeza e caixas térmicas para a armazenagem de vacinas, além da entrega de mais 800 mil m³ de oxigênio medicinal e cestas básicas; e implantação de quatro hospitais de campanha no Maranhão, como nos municípios de Pedreiras, Bacabal, São Luís e Imperatriz, com mais de 250 leitos.