Mais Escolas Dignas: Seinc garante mais duas escolas por meio de contrapartidas sociais

Publicado em 8 de junho de 2021.

Entre 2020 e 2021, o Governo do Maranhão, por Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), trabalhou ativamente no enfrentamento da pandemia do coronavírus (Covid-19). E entre as ações executadas, estão contrapartidas sociais estabelecidas por empreendimentos privados, mediante apoio do Governo na instalação ou expansão de negócios.

Agora, após articulação da Seinc com a Ambev – empresa que fabrica a Cerveja Magnífica -, serão construídas duas Escolas Dignas em território maranhense, por meio de contrapartida social.

As duas unidades escolares, que devem iniciar o processo de construção em breve, serão instaladas em dois pontos do Estado: na Grande Ilha; e na Região Central do Maranhão.

Simplício Araújo, secretário da Seinc, afirma que a parceria entre Ambev e Governo do Estado é mais uma ação acertada em prol da educação no Maranhão.

“A importância dos diálogos que criamos com toda a classe empresarial é representada nos frutos que colhemos ao longo do caminho, como, por exemplo, a responsabilidade social que as empresas estabelecem com o Maranhão. É por compromissos e respostas como estas que seguimos buscando oportunidades e formas para continuar ajudando. O Maranhão é grato por esse importante investimento à educação de milhares de maranhenses”, analisa Simplício Araújo, secretário da Seinc.

Mais Educação

Nos últimos dois anos, também por contrapartida social, a Seinc articulou a entrega de 11 escolas – que integram o programa Escola Digna, da Seduc.

Duas escolas foram entregues pela Algar Agro, uma pela Equinox Gold, quatro pela Suzano Papel e Celulose e cinco pela Raízen (a empresa doou, também, um caminhão, além de equipamentos para o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão – Inmeq/MA). Uma das mais recentes foi a implantação da Unidade Integrada Dona Izabel Andrade, no município de Godofredo Viana.

Ambulâncias

Em junho de 2020, a Seinc atingiu a marca de 42 ambulâncias doadas a municípios e hospitais regionais maranhenses. Feita a partir de contrapartidas sociais, a doação dos veículos consolidou os esforços do poder público para reforçar a saúde no Maranhão.