Governo do Maranhão participa de conferência sobre negócios de logística do transporte aéreo

O Governo do Maranhão foi representado na conferência pelo secretário de Indústria e Comércio, Cassiano Pereira Junior, e por José Reinaldo Tavares, secretário de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos
O Governo do Maranhão foi representado na conferência pelo secretário de Indústria e Comércio, Cassiano Pereira Junior, e por José Reinaldo Tavares, secretário de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos - Arthur Costa/Seinc.
9/11/2022

Nesta terça-feira (8), o Governo do Maranhão, representado pelas secretárias de Indústria e Comércio (Seinc) e Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (Sedepe), participou da conferência Negócios de Logísticas da CCR Aeroportos, realizada no Salão Nobre da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), em São Luís.

Um dos principais pontos da conferência, além do diálogo entre classe empresarial e representantes da CCR Aeroportos, foi discutir sobre possibilidades e estratégias para fomentar o comércio exterior do Maranhão.

Ampliar a malha aérea do Estado a nível internacional foi uma temática destacada pelo secretário de Estado da Indústria e Comércio, Cassiano Pereira Junior. “A perspectiva é imensa para que a gente possa viabilizar essa porta de entrada do mercado internacional para o nosso Estado, estimulando o turismo e novos negócios dentro do Maranhão”, pontuou Cassiano.

Além dos representantes da CCR Aeroportos, Fiema e Governo do Estado, também participaram da conferência empresários de diversas cadeias produtivas, como infraestrutura, logística, carvão, entre outras (Foto: Arthur Costa/Seinc).

Já o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos, José Reinaldo Tavares, reforçou a realização de conferências, reuniões e encontros que discutam o desenvolvimento econômico maranhense. “Porque não criarmos uma entidade, envolvendo todos os estados, o Governo Federal, o Ministério das Relações Exteriores, para formarmos uma entidade para comercializar o hidrogênio verde, por exemplo? É importante que aqui haja incentivos especiais. Esse é um dos projetos visíveis, mas temos muitos outros projetos que ajudam na produção dentro do Estado. Por isso esse evento é tão importante, para pensarmos o Maranhão”, exemplificou o secretário.

O presidente da Fiema, Edilson Baldez das Neves, também parabenizou o diálogo e a presença do Governo do Estado. “Esta reunião é de suma importância para desenvolver o Maranhão, com parceria público-privada, principalmente quando tratamos de logística e aeroportos. A gente tem que mudar algumas atitudes e formas de trabalho para conseguirmos novas coisas. Por isso a presença do Governo e da classe empresarial é tão importante”, afirmou.

A gerente executiva de carga da CCR Aeroportos, Maria Fan, pontuou o crescimento da empresa e algumas das ações já tomadas em território brasileiro. “Iniciamos, nos meses de setembro e outubro, uma operação de voos cargueiros, com uma entrega de encomendas. São Luís e Teresina conquistaram essas novas rotas e agora queremos atingir os voos internacionais”, destacou Maria Fan, ressaltando, também, os mercados potenciais para voos cargueiros no Maranhão.

Comentário semelhante ao de Jaison Rafael Mello, gerente executivo do Aeroporto Internacional de São Luís, também presente na conferência. “Esse encontro nos proporciona ouvir o que o empresariado tem e entender as demandas, para que a gente consiga capitalizar essas necessidades na nossa infraestrutura, e oferecer uma disposição adequada, de forma a auxiliar no desenvolvimento pleno do Estado”, reforçou.

Além dos representantes da CCR Aeroportos, Fiema e Governo do Estado, também participaram da conferência empresários de diversas cadeias produtivas, como infraestrutura, logística, carvão, entre outras  (Foto: Arthur Costa/Seinc).

Mais

Além dos representantes da CCR, Fiema e Governo do Estado, também participaram da conferência: subsecretário de Indústria e Comércio, Henrique Moraes Bogea; secretário adjunto de Infraestrutura e Projetos da Seinc, Ubiratan Silva; e ainda representantes da classe empresarial, de diversas cadeias produtivas, como infraestrutura, logística, carvão, entre outras.

CCR

O Grupo CCR, desde 2012, também atua em aeroportos - se tornando uma das maiores operadoras do mundo. No Brasil, é responsável pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, sob gestão da BH Airport.

Em 2022, iniciou a administração dos Blocos Sul e Central, que reúnem 15 aeroportos. No Bloco Central, que reúne seis aeroportos leiloados na 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias em abril de 2021, estão os de São Luís (MA) e o de Imperatriz (MA).